setembro 04, 2015

Hipocrisias

Uma morte, é sempre de lamentar. Todavia o que os media estão a passar é um aproveitamento da dor alheia.

Do nosso sofá fazemos juízo de coisas que não fazemos ideia.

Temos o nosso país, as nossas vidas, as nossas contas, levantamos cedo para ir trabalhar, pagamos impostos, temos regalias sociais, não porque um governante qualquer, acordou  bem disposto a dizer vou aprovar este decreto. Foram pessoas que ao longo do tempo, lutaram para ter direitos!

Estou em Angola, estive dez anos na Suíça, nunca recebi um tostão do desemprego ou RSI.

Quero com isto dizer, que das realidades que conheço, há gente que quer ir para a Europa para ser parasita! Para impor culturas aproveitando da tolerância e passividade dos "civilizados" que ainda vive com os fantasmas da segunda guerra!

Ficamos aterrorizados com execuções, mulheres de burka, barbaridades que se fazem lá para as terras de AliBábá e Sherazade... E recebemos impávidos e serenos gente que proíbe construção de igrejas na terra deles e vem impor construção de mesquitas na nossa terra...

A falta de capacidade, de cultura e estupidez, não é desculpa para fazer da casa dos outros um inferno.

Mas uma morte é sempre de lamentar...

janeiro 02, 2015

Lugares comuns.

Gosto de lugares comuns e portanto...

Quando  se olha para trás, pensa-se,
 -já não sou quem era. Pensa-se no que se poderia ter feito para mudar, e no que não se teria feito para ser diferente!

Já não somos quem éramos há vinte anos, e ainda bem, sinal que temos inteligência, e vamos aprendendo e ganhando experiência! Não podemos "desmisturar" o leite do café, segundo a segunda lei da termodinâmica, a seta do tempo aponta sempre para a frente!

O ano começou há umas horas, faz tudo o que quer der na gana, para que daqui a 365 dias não estejas a pensar no futuro alternativo de "ah, se eu tivesse feito, ah se eu tivesse sido" 

Sê, faz, quer, e acima de tudo acredita que és capaz e que tudo vai correr bem!