maio 27, 2014

Questão de Matemática!



Questão de matemática.
66,6% não votaram, adicionamos mais os votos nulos e em branco 7,5%

Ou seja quase três quartos dos portugueses não votaram.

Agora, fazendo as contas, 8% dos portugueses votaram PS, 7% no PSD/CDS, 4% na CDU, 2% no MPT, e 1% no BE, e etc e tal.

Não fui votar...

Como não vejo qualquer alternativa na nossa classe política, e como cidadão responsável, não voto! E como eu a maioria pensa como eu.

 Além disso, as subvenções monetárias, atribuídas aos partidos políticos são dadas conforme o número de votos, assim sendo, e visto que nenhum partido político me serve, não vejo motivo para que receba dinheiro com o meu voto! Simples, não?

Por exemplo, contratas uma empresa para te fazer um qualquer tipo de serviço, essa empresa, demora a começar os trabalhos, ou mesmo não se vê inicio à vista! Que fazes? Vais pagar-lhe? Vais dizer que fizeram um bom trabalho? Ou simplesmente rescindes o contracto? Sem que lhe seja pago qualquer tipo de honorário. 

Enquanto não houver gente que trabalhe, e mostre serviço, não irei colocar o meu voto em qualquer força política!

Vou ler a constituição da república, para descomprimir!

Jack

maio 14, 2014

Estive a pensar!

 Face aos factos recentemente reportados e atitudes das nossas elites e dos nossos (des)governantes, que são de uma eloquência admirável, mas sem coerência, pergunto o que pensará um comum cidadão deste rectângulo?
Que exemplo tem, para fazer cumprir a sua palavra?
Qual será o tipo de (des)responsabilização? Se der o dito por não dito!?


Pergunto, (sim são questões hameléticas)
Educação, sem sabedoria.
Conhecimento, sem discernimento.
Acção sem discrição.
Erudição sem sagacidade.
Poder não justificado por credenciais.
Frases não baseadas na verdade.
Música sem melodia.
Adoração sem devoção,
Gente sem humildade,
um discurso que não inspira.
Que serve? 
Haverá alguém que tenha carácter e espinha dorsal neste país?
Jack