março 30, 2014

Envelhecer!




Joaquim Azevedo (ao que consta é professor universitário) defende que se pode incentivar os casais com medidas financeiras e de emprego, mas entende que o Governo está muito limitado nesta matéria.

«A questão prende-se muito com questões laborais e questões de emprego, e depois questões de incentivo e, portanto, financeiras, aos primeiros anos de vida das crianças. Eu creio que é aí que se tem que intervir em termos públicos, porque a intervenção pública e, nomeadamente, uma intervenção de um Governo, tem limitações muito grandes neste campo. Intervém só onde pode intervir, em variáveis muito exógenas à decisão de cada casal. Mas é evidente, também, que há questões que se prendem com a decisão do casal, que no fim do dia contabilizam essas condições de vida e de trabalho como questões centrais»(...)

(...)«As mulheres, em Portugal, são muito inibidas de terem filhos, senão mesmo coagidas a não terem filhos no contexto laboral. Eu tenho falado com muitas mulheres, jovens, em idade fértil, e que dizem que uma das principais, senão muitas vezes a principal razão para não terem filhos, é a questão do emprego e da persistência da relação contratual. Há uma ameaça clara às mulheres nos contextos de trabalho»

Cresci e vivi numa aldeia da Beira Baixa, desde sempre que tenho visto a população envelhecer, fugir do interior, desde sempre vejo o isolamento das pessoas, e só agora vem à baila que a população está a ficar velha e sem filhos!

Apeteceu sair para a rua todo nu e gritar EUREKA.

No reino animal quando há, fartura de comida, os predadores são poucos, as condições ambientais são favoráveis, a população de qualquer espécie tende a aumentar exponencialmente!
Não é preciso tirar um curso numa universidade qualquer.

A pergunta que se impõe:
-Somos ou não somos animais?

Vou ler A Origem das Espécies do Charles Darwin!

Jack

2 comentários:

  1. Somos! Sem dúvida.
    A questão está em saber se somos mais racionais que os ditos irracionais, ou se pelo contrário, os irracionais somos nós!!

    ResponderEliminar
  2. Deixamos de ter instintos; para obedecer cegamente a uma sociedade que nos sufoca!

    ResponderEliminar