novembro 25, 2013

Para quê?



O ser humano é o animal mais estranho que já tive a oportunidade de ver! Até há no jardim zoológico só que do outro lado das grades!Presos? Seguramente, numa gaiola dourada.

Os humanos adoram a confusão, correm atrás uns dos outros, como se fossem formigas sem a sua rainha. Agem compulsivamente, atrás de uma corrente invisível, tal como se ouvissem o canto da sereia, ao qual Ulisses se furtou com argúcia.

É estranho, mesmo que andes na rua, a respirar o ar frio, ao ver toda a gente que corre de um lado para o outro, olhando para o relógio, como se o tempo fosse subitamente acabar. Dás contigo na corrente que se arrasta. E quando pára, pensas:
Para quê? Que raio estou eu a fazer?

Tenho saudades da aldeia que me viu crescer, onde havia tempo para dizer bom dia. Roubar pêras, e mel dos cortiços para de seguida ir dormir à sombra dos pinheiros! Havia tempo para apanhar um escaldão, e ir pescar peixes à mão... Como o urso pardo agarra os salmões na época da subida do rio.

Apetece dizer :
-Vocês têm os (melhores) relógios, mas eu tenho o tempo. 

Jack

3 comentários:

  1. Eu diria que continuam a ter os (melhores) relógios, e nós, os que temos saudades da aldeia, continuamos a ter (tido) o melhor tempo

    ResponderEliminar
  2. O tempo de sermos felizes.

    Beijinhos Marianos! :)

    ResponderEliminar
  3. Para criar a ilusão de que se tem mais tempo....
    Para tirar a satisfação de se ter feito mais em menos tempo....
    Para mostrar aos outros que se fez mais....
    Ilusões.... puras ilusões!!

    "O tempo pergunta ao tempo quanto tempo o tempo tem e o tempo responde ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem!"

    Respondido para quê?!

    ResponderEliminar