setembro 21, 2012

O que um Livro Faz!!!!



 Quando completei o ensino obrigatório, ficou a promessa aos professores de que os meus pais iriam fazer com que “seguisse os estudos”, como se dizia na altura. Em Julho de 85 fui para o Fundão fazer a admissão para o seminário, uma instituição religiosa que na altura era uma das formas de continuar a estudar menos onerosa, estava cheio de expectativas, apesar de ficar longe da minha aldeia iria fazer o que gostava. Mas… uma semana antes do início do ano lectivo, a minha mãe sentou-se ao pé de mim e com voz trémula disse-me:
 “- Jack, não vamos poder pagar os teus estudos, o dinheiro que o papá ganha é pouco e não vamos ser capazes de te mandar para a escola!”

Pum!... Puff! 13 Anos e um sonho desfeito. A realidade bateu em mim a 200 à hora, estatelei-me, caí, vi que a vida não é como queremos, podia era ter sido menos cruel, quando ouço alguém dizer que não estudou porque não quis, sinto o meu estômago ficar embrulhado, quando vejo a displicência de quem diz que vai para a escola, não respeitando quem trabalha uma vida inteira para que possam ter todas as oportunidades, fico triste, dá Deus nozes a quem não tem dentes costuma-se dizer, penso que Deus poderia ser um pouco mais inteligente!

Durante uma semana, senti-me apático, com sono sem vontade de nada, mas, “como só é vencido quem desiste de lutar” como costumava dizer Salgado Zenha. Ainda era novo para desperdiçar uma vida a chorar pelos cantos e ainda tinha tanto para viver, como tive a sorte de constatar. Numas das manhãs que tentava não acordar, lembrei do livro que a professora Delfina me tinha mandado para ler dizendo que iria gostar, “As aventuras de João sem medo” de José Gomes Ferreira. Em que João quando decidiu sair da sua aldeia ChoraQueLogoBebes encontrou um letreiro no muro que rodeava a floresta que dizia:




A partir desse dia... comecei a desfrutar a vida...e não a suporta-la!