abril 14, 2011

Pandora.

Ontem senti-me como o Jake Sully do Avatar. No meio dos Omaticaya.

Aliás, sou eu mesmo...




"A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável." 
(Jean-Jacques Rousseau)



Há coisas que fazer sorrir e devo agradecer à mãe Gaia os sorrisos da tarde de ontem.



"A natureza é sábia e justa. O vento sacode as árvores, move os galhos, para que todas as folhas tenham o seu momento de ver o sol."
(Humberto de Campos)

São mesmo estes pardalitos, que alheios aos problemas que atormentam os humanos continuam espalhado sorrisos...Mas só para quem merece.

 Jack

abril 11, 2011

Algo bonito...



Escrever algo bonito!!!


Meto-me em cada uma!!!

Escrever algo que seja belo! Estarei a ser presunçoso, arrogante..

Belo..

Ou talvez a subestimar-me como me disseram nestas férias. Pensar que o que de belo que há para se ler ou descrever  já foi escrito!
Ou provavelmente ainda nem sequer foi imaginado!

Algo lindo!!!

Afinal o que é lindo?

Adoro Van Gogh!
Mas tem quem diga que não gosta!
Gosto de musica clássica!
Alguém me diz que tenho a mania que sou erudito!
Amo ler!
Disseram-me que quem não tem estudos não serve de nada!
Tenho um encanto estranho pela cor lilás!
Mas dizem que não é uma cor masculina!
Sou viciado em café!!
Avisaram-me que faz mal!
Devoro chocolate..preto de preferência
Alertaram que em excesso provoca o colesterol!
A minha tentação em estar no alto da montanha a levar com o vento na cara!!
Chamam-me solitário!

Tudo isto para chegar a uma conclusão óbvia.

O conceito de beleza depende e está nos olhos de quem a vê!

Escrevi este monte de letras... que haverá quem dirá que é feio e que nem sentido faz! Mas gosto...Porque fui eu que escrevi... Vejo o mundo com os meus olhos. Pode ser um mundo estranho, distorcido, esquisito, habitado por estranhas criaturas. Mas será o meu mundo estranho assim tão diferente do teu??

Como diz António Gedeão.

"Onde Sancho vê moinhos, D.Quixote vê gigantes. Vê moinhos? São moinhos! Vê gigantes? São gigantes!"

 

Pronto... eis algo bonito. E acho.


Jack.

abril 08, 2011

Um dia...



É uma frase...
Porque vou adiar esse dia ao infinito,
Se sou o que sou a mim devo,
Não me comparo com quem tem mais ou tem menos.
Um dia...
que quando for como os outros deixarei que a terra me leve...

Um dia...
Não que não seja hoje... serei
Mas não vou ser comparado, nem seque igualado
Um dia chegarei ao fim, primeiro que muitos
Mas onde tantos já chegaram...

Um dia hei-de ser idiota, sem ideias
Outro dia virá penso eu...pacientemente esperado
E assim passando segundos que se transformam em anos
vou sendo eu...Umas vezes assim outras nem por isso

Um dia...Sim!!!

Um dia... vou ser o que não sou.
Até lá limito-me a ser eu.

 Jack