junho 11, 2010

Um beijo assim.



















Um beijo...
Que te tira do chão, que te faz esquecer do que és.
que faz com que o movimento dos planetas congele,
Um beijo que antes de acabar já estou com vontade de dar outro...


"Não posso deixar que te leve
O castigo da ausência,
Vou ficar a esperar
E vais ver-me lutar
Para que esse mar não nos vença.
Não posso pensar que esta noite
Adormeço sozinho,
Vou ficar a escrever,
E talvez vá vencer
O teu longo caminho.

Quero que saibas
Que sem ti não há lua,
Nem as árvores crescem,
Ou as mãos amanhecem
Entre as sombras da rua.

Não posso deixar de sentir-te
Na memória das mãos,
Vou ficar a despir-te,
E talvez ouça rir-te
Nas paredes, no chão.
Não posso mentir que as lágrimas
São saudades do beijo,
Vou ficar mais despido
Que um corpo vencido,
Perdido em desejo.

Leva os meus braços,
Esconde-te em mim,
Que a dor do silêncio
Contigo eu venço
Num beijo assim."




Um beijo...Assim... Com Saudades....Tantas.

Moi même...o je.

1 comentário:

  1. Oh! pah!! tás aqui!!! ;-))
    Já agora eu tou aqui... http://sutseg.blogspot.com/
    bj L

    ResponderEliminar