dezembro 15, 2010

É contigo...

Psssssiiiiiuuuu... tu aí, sim...tu!! É... há muito que ninguém fala contigo!!!??? Pois acontece!! Não penses que é só contigo que a vida é madrasta nem penses mal de mim por me estar a falar contigo assim, sim!! Porque podes dizer "que direito é que este tipo tem em se estar a meter comigo assim, ainda por cima com estas palavras?? " Eu tenho todo o direito, assim como tu tens o direito de não leres, de mudares de página, de clicares lá em cima na cruzinha e fechares e ires beber um café.

Ainda aqui?? admiro a tua preserverança ou devo dizer...Curiosidade??? Muito bem, continuando, olha por cima do teu ombro!!! que vês??? está escuro?? Há quanto tempo?? Não sabes??? É, acabas por te habituar, os ombros esses que outrora eram chamados de amigos...agora é mesmo só para se olhar por cima, com uns olhos cheios de nada, esperando que quando o olhar volte para a frente, haja uma esperança, ainda que ténue... Olhar por cima do ombro, há muita gente que diz que "ah se voltasse atrás faria tudo outra vez igual, não me arrependo de nada" É MENTIRA...

Estás a ouvir?? é a maior mentira e a mais vulgar, é aquela mentira que dizes para te justificar, para que os teus erros sejam menorizados. Eu sou egoísta, tu também o és, eu sei que sim, se atrás voltasses mudarias a tua história para proveito próprio, mudarias o que fizeste de mal, ou farias escolhas que te levaram para um caminho que não querias.

Não, não digas que estou enganado, estás a enganar-te... Ou se nada mudarias se atrás voltasses, é porque nada aprendeste, que a vida por ti passou como a nortada que se faz sentir.

Vou-me embora, se conseguiste ler isto até aqui, parabéns... com o ano que acaba e outro que começa vê o que mudarias que ainda estás a tempo e em 2011 muda... para que o ano que entre seja um ano daqueles... para não voltar atrás.

Moi même, o Je.


«Os meus olhos são uns olhos.
E é com esses olhos uns
que eu vejo no mundo escolhos
onde outros, com outros olhos,
não vêem escolhos nenhuns.

Quem diz escolhos diz flores.
De tudo o mesmo se diz.
Onde uns vêem luto e dores,
uns outros descobrem cores
do mais formoso matiz.

Nas ruas ou nas estradas
onde passa tanta gente,
uns vêem pedras pisadas,
mas outros gnomos e fadas
num halo resplandescente.

Inútil seguir vizinhos,
que ser depois ou ser antes.
Cada um é seus caminhos.
Onde Sancho vê moinhos
D. Quixote vê gigantes.

Vê moinhos? São moinhos.
Vê gigantes? São gigantes.»

(António Gedeão, Impressão digital, em Poesias Completas)

Já agora... Boas festas.

novembro 15, 2010

Inspira...

E se...


O perfume perfeito, existisse?



Inspiro... e recordo o cheiro dos teus cabelos.


E todas as duvidas caem por terra, ficando só...

Certezas.

J.

outubro 28, 2010

Linux nos nuestros hermanos!!

Um exemplo a seguir.





Será que em Portugal ainda se irá gastar milhões em licenças???

outubro 17, 2010

O rapaz da camisola azul.

sou uma parte de um abraço, tu és a metade que o completa.



sou um beijo por dar, és um beijo consumado.

Moi même, o Je.

outubro 06, 2010

Ausência.

Levanta as narinas, aspira os ares, os outros olhos fechados; num transe prolongado haverá momento de maior concentração??






Há algum sofrimento no exercício justificado pela grande presença da tua ausência?


Foda-se...que custa tanto.

setembro 22, 2010

Nunca deixes nada por dizer!




Venho de longe, de uma aldeia onde nada se passa, e se se passa logo se sabe. Aos dezanove anos por opção entrei na tropa, nos páras, a partir dessa altura o tempo na aldeia era pouco, a minha mãe dizia-me “só vens a casa para dormir” queria viver, absorver o mundo, como o eu conhecera nos livros, pois, mas a realidade era outra.

Em noventa e três tive um acidente de mota, quase passava para o outro lado, diz quem passou por experiências parecidas que vê a vida de outra forma, que tenta viver tudo e em pleno. Talvez comigo se tenha passado o mesmo, mas o que nos faz pensar, é ver os outros ir, por vezes de tal forma injusta que nos perguntamos “ mas por que raio é que só nos levam os bons???” “porque não me leva a mim?”  

Já vi morrer, sim... estranho, não é?? não é como nos filmes que depois de morrer se fecha os olhos a quem deixou de respirar, há o depois, há o sentimento que não se fez tudo o que se podia fazer, há os olhos que nos olham a dizer, “por favor não me deixes morrer” aqueles olhos que cada sofrego de oxigénio é um motivo para lutar, há o olhar de força, as palavras, “olha p'ra mim, eles estão a chegar, não adormeças, fica comigo.” Isto dito com a maior convicção do mundo, mas por outro lado sem que ninguém saiba, até mesmo eu, são palavras ao vento...aí...aí sim... as lágrimas escondidas, que ninguém pode ver, caem...e caem... e quando se está só... caem de verdade, até secarem.

"Não deixem nada por dizer, nem nada por fazer”

Disse António Feio, uma verdade daquelas que só quem pensa simples pode dizer, não deixes por dizer, gosto de ti, adoro-te ou mesmo amo-te, só porque não tens tempo, vergonha, não podes, não queres, não deixes de dizer, fizeste bem, gosto do que fazes.  

Hoje, podes dizer... Amanhã...quem sabe, estarás a chorar o não teres dito!

setembro 20, 2010

Vou ser ridículo também.!!!




Num dia após uma noite não dormida!                         Dia de hoje.



____________________________________

Olá... tu que dentro de alguns dias irás ler esta carta, se o carteiro não se perder ou se por um ou outro motivo qualquer a carta só chegar a ti um tempo mais tarde.

Espero que estejas bem, de preferência no teu quarto, onde o resto do mundo deixa de existir, desejo também que a saúde não te tenha faltado e que esse belo e terno sorriso continue nos teus lábios vermelhos. Podia dizer-te que tenho saudades de ti, também podia dizer que não... Não vou dizer que não sinto saudades só para me armar em forte. Como se costuma dizer "longe dos olhos longe do coração". Quem disse isso de certeza que nunca esteve longe... ou jamais sentiu saudades.

Poderia encontrar um milhão de formas de dizer que gosto de ti...ou poderia simplesmente dizer como Carlos Drummond de Andrade,

Mas gosto de ti porque me fazes rir, conheces-me, porque não tenho medo de estar no teu colo. Gosto quando ris, quando me fazes rir, quando me desafias, quando fazes aquele olhar seco sempre que digo uma parvoíce (e olha que não são assim tão poucas!). Gosto quando me respondes à altura ou mesmo quando fazes os teus jogos de palavras. É bom sentir a paz que tens dentro de ti, sentir que quando chego de um mundo de loucos me posso refugiar no teu silêncio, sentir que ainda há segurança num sítio onde nada nem ninguém me pode tocar, atingir ou fazer mal.

Bem! Acho que já escrevi muito... eu sei! Sou um tagarela que estou sempre a dizer coisas sem que jeito algum tenham.

Despeço-me, com um beijo com os sabores do Verão e com um abraço morno que o Estio já vai longo este ano...

______________________________


Um dia também irei escrever cartas ridículas como esta.
______________________________

"Todas as cartas de amor são

Ridículas.

Não seriam cartas de amor se não fossem

Ridículas.



Também escrevi em meu tempo cartas de amor,

Como as outras,

Ridículas.



As cartas de amor, se há amor,

Têm de ser

Ridículas.



Mas, afinal,

Só as criaturas que nunca escreveram

Cartas de amor

É que são

Ridículas.

   

Quem me dera no tempo em que escrevia

Sem dar por isso

Cartas de amor

Ridículas.



A verdade é que hoje

As minhas memórias

Dessas cartas de amor

É que são

Ridículas.



(Todas as palavras esdrúxulas,

Como os sentimentos esdrúxulos,

São naturalmente

Ridículas)."


Álvaro de Campos

_____________________


Moi même, o Je.

agosto 24, 2010

Diário de bordo.
























Diário de bordo.
De um dia assim assim, de um mês qualquer, de um ano que ainda não sei como vai ser.
Latitude - um pouco mais para a esquerda...
Longitude - está bem aí...
Passamos há pouco pelo triângulo das bermudas, estava de calções e mais calmo, diz que já não faz desaparecer mais barcos e aviões porque os jornalistas depois não o deixam em paz disse também que estava farto de ser um triângulo e que comprar outro lado mas que devido à conjuntura, à inflação e à crise generalizada esperá que o crédito mal parado pare mesmo de vez...

Encontrei também o Holandês Voador. Não estava com bom aspecto, era praticamente só osso que a pele mal se via. Perguntei-lhe que raça de alimentação é que ele andava a fazer!!!!!
E respondeu-me que andava a tomar um chá de ervas que tinha roubado à Maria Juana (ainda hei-de saber quem é essa gaja )
bem... dei-he dois pesos e deixei o Amós dutchman descansado. (Eu penso que é o chá que lhe está  a fazer mal)

Aqui no Caribe a crise também se faz notar...
Já não há navios, parece que o El Dorado se mudou lá para a Arábias, a Companhia das Índias  deixou de o ser... agora a Índias andam sozinhas...

A tripulação está moralizada temos Rum e Arenque fumado ainda para uns meses, temos musica e vontade de rir...
Temo é que ao chegar a terra firme a cambada se ponha a ver as novelas da TVI e os telejornais e que me venham num estado depressivo...que nem com o Xanax ou Valium os endireitam e depois tenho eu que beber o rum sozinho...

Mais uma coisa!!!  se descubro quem anda a ensinar o papagaio a dizer palavrões... eu deito-o borda fora vai servir de jantar aos "sharks"....

agosto 18, 2010

Metade...




"Que a arte nos aponte uma resposta
mesmo que ela não saiba
e que ninguém a tente complicar
pois é preciso simplicidade p'ra fazê-la florescer
porque metade de mim é plateia
e a outra metade é a canção
E que a minha loucura seja perdoada
porque metade de mim é amor
e a outra metade também."


julho 24, 2010

Palavras...
















Já quase toda a gente ouvir ou já aplicou a frase:
"Portugal profundo"
acho que é mais utilizado pelos eruditos ou coisa assim parecida...
Do tipo: estou aqui numa aldeia no interior isto é mesmo Portugal profundo"
ou quando está a ouvir o "malhão Malhão".. uma musica do Portugal profundo"
(deve ter caido n'algum poço ou coisa parecida)

Portugal profundo, onde toda a gente conhece toda a gente, se diz bom dia, se ajuda o Ti Manael e no dia a seguir o Ti Manel vem ajudar o Ti jaquim, onde se ralha por causa do regadio, onde eu vou dormir e deixo as chaves no carro e já agora a porta de casa está sempre aberta (não me lembro de a ter fechado uma vez que fosse á chave)
Onde se ainda dá valor á palavra dada, onde chega um desconhecido e oferece-se um copo de vinho e um pouco de broa e chouriço.
É isto o Portugal profundo?..
onde se dorme a sesta em baixo de um pinheiro numa tarde de calmaria em Agosto se vai ao rio, se bebe o leite de cabra acabado de tirar, se come queijo fresco feito pela avó,
se ouve um foguete que rebenta no ar e se diz:
Olha é festa em São Jorge, logo vamos lá, beber umas "mines"...
e quando a noite termina umas "mines" acabaram por ser varias grades delas.

É isto o Portugal profundo?...
Elucidem-me... tive uma branca...
Eu do Portugal superficial... (a dita cidade) só conheço mesmo é a indiferença,
Onde se deixa andar tudo até a um ponto sem sentido...
Mil vezes o meu Portugal profundo 

Moi même, o Je.

julho 21, 2010

Oh! gente da minha terra.



Cinco da manhã de umas ferias do entrudo (ferias era quando tinha escola) num mês de Março há anos atrás, o Carlos "espanhol" bate á porta do quarto:
- Jack está na hora, o ti Jaquim Tomás já tirou os bois levanta-te e vai ter á ribeira que vamos lavrar o lameiro.


A ribeira era uma quinta onde tínhamos vários terrenos de cultivo entre os quais o lameiro. Era onde semeávamos o milho, feijões e algumas abóboras sem faltar as videiras...
Levanto-me meio ensonado, vou para a cozinha onde a minha mãe tinha deixado leite de cabra em cima do fogão pego numa málga verto o leite dentro misturo-lhe nesquik e uma fatias de broa, como a minha dejua saio de casa não sem antes ir buscar o meu ancinho (sim!!! cada um tinha a sua ferramenta) e lá vou eu ter ao lameiro. Já tinham começado a lavrar a terra.

- Bom dia.
Digo eu.
- Bom dia Jack hoje fizeram-te levantar cedo!!!!
Nem respondo pegando no ancinho e começo a escolher a grama fazendo pequenos montes...
Adorava (ainda adoro) o cheiro de terra lavrada, o cheiro da orvalhada, o cheiro da serra estava ansioso pelo repouso dos bois... em que lhe deitava feno enquanto eles repunham a energias nós comíamos a merenda, queijo fresco, presunto, coelho frito e nesse dia tinha direito a comer "papo-secos" e beber um frisumo. Por volta das onze horas o lameiro estava lavrado já com o milho semeado mas ainda havia muito trabalho para fazer. Tirar a grama que se fazia um enorme "queimadouro" fazer a courelas e as leiras, por o estrume.

Á uma hora era tempo de almoçar na "casita" como chamávamos.
Batatas com bacalhau e couves cozido na panela de ferro, já comi muitas especialidades e muita coisa boa mas como aqueles almoços que comia quando ia para a ribeira...

Tenho saudades...

Saudades das coisas simples, do cheiro da terra, de colher amoras das silvas onde me arranhava todo, de roubar morangos, ir aos cogumelos, a vindima, de ir aos ninhos, de atirar pedras com a minha fisga, do meu arco,de jogar á bola no meio da estrada (muda aos cinco e acaba aos dez) das cabras que guardava, dos montes enormes de caruma que fazia para me atirar lá para cima...

Tenho saudades da minha aldeia....

saudades de gente genuína não de seres humanos que só são um numero na estatística.

Tenho saudades de casa...

Tenho saudades de mim!

julho 19, 2010

Um dia a mais que ontem!



-Ahhhh

-Sim, não pares

-Fode-me sua puta

-Dá-me esse caralho...

-Foda-se....

........PIIIIITITITITTITITITITITTPPIPIPIPIIIPTIPII- II......

Acordo com o barulho do despertador, primeiro pensamento.

-Puta que pariu!

estava a sonhar!

Meto as mãos debaixo do cobertor e sinto-me duro com uma tesão que parece que vou rebentar!
Olho para a merda do despertador... "não tenho tempo" tenho que me levantar!
Duas horas passadas o raio do sonho vem à baila, um tormento, parece que se está possuído!

O dia de trabalho acabou, meto-me no carro.

-Maldito calor.

Parece estar mais de 80 graus dentro daquelas latas! chego a casa vou para debaixo do chuveiro, e agora sim, vou soltar os meus demónios, soltar o sonho, soltar a tesão, soltar...
Sentir a agua que me corre pela pele como se de mãos se tratassem, sentir o calor do liquido como se línguas famintas me percorressem o corpo... estremeço, solto um AH em surdina e sinto a paz que dá lugar aos demónios matinais.

É o que dá sonhar que se está atado a uma cadeira! E com a merda do despertador ligado!

Moi même... o Je.

julho 01, 2010

És...

 

















Fazes-me sentir...
Bem.
Melhor.
Bom.
Como se pudesse e tivesse a força de mudar o mundo.

Fazes com que fique...
Contente.
Solto.
Forte.
Calmo.
Como se o mundo de repente decidisse andar em slow motion.

Fazes...
Sorrir.
Beijos.
Abraços.
Mimos.
Como se fossem de um lugar que não a nossa Via Láctea.

Tenho...
Saudades do tempo que ainda sinto o cheiro e do tempo que irei estar contigo, dos beijos abraçados e dos abraços beijados.

Fazes... falta.

junho 22, 2010

Estive a pensar...

Dormi, nem sei sequer se foi muito ou se pouco foi mas sei que tenho sono,estou para aqui a lutar a tentar manter a cabeça direita, os olhos abertos.

Abri aqui esta coisa, porque me disse: (sim!! eu falo comigo, e daí?? é de louco eu sei mas mais louco é aquele que não se diz nada, digo eu que nem psiquiatra sou)

-Oh pah, escreve lá um dos teu devaneios, daqueles textos que consegues escrever tanto para nada dizer!

Fiquei a olhar para isto como um escaravelho olha para uma bola de estrume, (poderia usar a famosa expressão do burro que olha para o palácio, mas não era a mesma coisa) estive aqui a olhar para o ecrã branco mais de dez minutos como se o tempo me fosse dado assim às carradas para que o desperdice a olhar para onde nada há!

Até que dentro da caixa craniana aqui do eu se fez luz, houve uma célulazinha que teve a solução para a escrita desde... coiso!

-Escreve o que estás a passar... ensonado a tentar escrever e a pensar... de certeza que mal nenhum te irá acontecer.
(é a célula falante como nas fábulas do la Fontaine)

Chove, lá em cima estava a nevar está um frio do caraças, a Sexta-Feira nunca mais chega, estou aqui a esperar com pressa olhando para os minutos que teimosamente duram para aí dez às vezes aqueles mais trocistas chegam a durar um quarto de hora.


Agora veio uma pergunta daquelas que são as chamadas "perguntas hameléticas"

Não tem nada a ver com o que escrevi, afinal o que escrevi também não tem nada a ver.



A pergunta é: (dois pontos, parágrafo, travessão)

- O facto de gostar que as moscas se passeiem nas minhas costas (sem t-shirt claro) será que vou ser acusado de praticar zoofilia???

Agora vou dormir, que o meu mal é sono!

Moi même..o Je.

junho 16, 2010

Sabes-me bem!






















Sabe bem a tua sabedoria, o teu sorriso, até o teu mau feitio.
Sabe bem deitar-me ao teu lado, dormir contigo, sabe bem tomar café contigo e comer chocolate.
Sabe bem olhar-te, apreciar-te, tocar-te e abraçar-te.
Sabe bem ter-te na minha vida, sabe bem a tua presença.
Sabe bem o teu conforto, o teu carinho, o teu abraço, o teu toque.
Sabe bem fazer-te rir, sabe bem brincar contigo, sabe bem sorrir-te.
Sabe bem a nossa cumplicidade.

Sabes-me bem. do verbo saber...e do verbo sabor.

Moi même...o je.

junho 11, 2010

Um beijo assim.



















Um beijo...
Que te tira do chão, que te faz esquecer do que és.
que faz com que o movimento dos planetas congele,
Um beijo que antes de acabar já estou com vontade de dar outro...


"Não posso deixar que te leve
O castigo da ausência,
Vou ficar a esperar
E vais ver-me lutar
Para que esse mar não nos vença.
Não posso pensar que esta noite
Adormeço sozinho,
Vou ficar a escrever,
E talvez vá vencer
O teu longo caminho.

Quero que saibas
Que sem ti não há lua,
Nem as árvores crescem,
Ou as mãos amanhecem
Entre as sombras da rua.

Não posso deixar de sentir-te
Na memória das mãos,
Vou ficar a despir-te,
E talvez ouça rir-te
Nas paredes, no chão.
Não posso mentir que as lágrimas
São saudades do beijo,
Vou ficar mais despido
Que um corpo vencido,
Perdido em desejo.

Leva os meus braços,
Esconde-te em mim,
Que a dor do silêncio
Contigo eu venço
Num beijo assim."




Um beijo...Assim... Com Saudades....Tantas.

Moi même...o je.

maio 31, 2010

Por ti.

Por ti...



Acordaria às 13 e 13 de uma Sexta Feira 13, olhava para um gato preto, passaria em baixo de uma escada, cruzaria os talheres...

Só para ter a sorte de estar contigo.


Jack

maio 26, 2010

...De ti...





Para ti.
Queria dizer de uma forma simples que "gosto de ti"
Mas caramba, só me aparecem exemplos complicados, tipo:

-Quando olhares as estrelas lembra-te de mim que estarei certamente a olhar para a mesma luz brilhante, se sentires uma brisa é um beijo meu e a luz que vês é um reflexo do brilho dos olhos meus.

Ou ainda:

Queira dizer-te que "gosto de ti" mais muito tanto, em pleonasmo, mas quando se gosta é sempre em pleonasmo e de forma exagerada dizendo-te que o universo é pequeno demais para te dizer o quando "gosto de ti"

Ou ainda mais complicado:

"gosto de ti" como uma manhã de Domingo, como uma noite de Sexta, como do sol que me aquece a pele, gosto de ti porque dizes que tenho o olhar dourado.

Mas...
Formas simples de dizer que "gosto de ti"
Só tenho esta.

"gosto de ti" porque sim.

(Deu-me para ser piroso e lamechas como diz alguém que sinto tantas mas tantas, saudades)

Jack

maio 14, 2010

Absentia Belli















Toda a gente fala de Paz.
Fala-se de paz como se fosse uma coisa transcendental, mística, divina. Algo que épreciso um esforço descomunal, concentração, oração, meditação, que é preciso um auto-controlo acima da média.

Na wikipédia diz que:
“Paz é geralmente definida como um estado de calma ou tranquilidade, uma ausência de perturbações ou agitação. Derivada do latim Pacem = Absentia Belli”(...)
(...)No plano pessoal, paz designa um estado de espírito isento de ira, desconfiança e de um modo geral todos os sentimentos negativos. Assim, ela é desejada por cada pessoa para si próprio e, eventualmente, para os outros, ao ponto de se ter tornado uma frequente saudação (que a paz esteja contigo) e um objectivo de
vida".(...)


Parece difícil?? Claro que é! Muita gente faz da procura da paz uma obsessão, uma frustração tornando a sua demanda em algo completamente inverso ao que se procura alcançar.

Fala-se de Paz assim... sem mais nem menos, “eu quero é paz” é o que mais se ouve o se lê. Querem, sim, não duvido, mas limitam-se a dizer que querem, pouco fazendo para a ter.

Para mim, Paz é olhar para uma parede branca e ter a certeza que não vou ouvir nada...
Muitas vezes em situações menos boas (porque não há situações más) em que sinto a paz a escorregar-me por entre os dedos como grãos de areia, imagino...

Imaginem comigo:

“Que estão sentados à beira de um lago, que nesse instante se levanta uma tempestade, as aguas começam a agitar-se, as árvores as vergarem-se com a força do vento, as pequenas gotas de agua começam a transformarem-se em granizo que cai cada vez mais...e mais..

O pensamento é sair dali o mais depressa possível, mas não teimosamente sem que se saiba porquê nem para quê, fica-se, ali...
E eis que de repente, que o granizo começa a parar de cair, o vento deixa de ser mais intenso, as aguas começam a acalmar.

Onde estão sentados, sentem o sol aquecer-vos a pele o vento transformou-se em leve brisa, o lago é um espelho de agua...as árvores estão ali, sabe-se que estão porque as vemos, porque outro som não fazem.

Ali, descobrimos...porque não se foi embora quando a tempestade começou e sorrimos, satisfeitos por ter assistido a mais um milagre...daqueles que todos os dias acontecem.”

Paz, essa que vem do interior de cada um, é um estado de espírito, um querer.

E tu?
Que fazes para teres a tua Paz?

Já agora... Namastê.

maio 10, 2010

Quase...
















Quase
Talvez
Se calhar
Não
Sim
Ou nem isso
provavelmente não é bem assim
Possivelmente assim não será
Remar contra a corrente ou soltar as velas e esperar que o vento sopre...

Quase...
Que acerta, quase que é, quase que chega, quase que ganha, quase que tem...

Quase...
Mas até acertar, ser, chegar, ganhar, ter, está metade e outro tanto.

abril 26, 2010

Para quê?



















Esperamos sempre!

Esperamos pelo fim do dia, pelo fim de semana, pelo fim do mês, por um final de ano.

Esperamos... pelo emprego que se sempre quis, pela casa que sempre se sonhou.

Espera-se pelo amor, por quem nos ame, por quem nos esqueça, por esquecer alguém.

Esperamos... sempre, mesmo que finjamos que não e que se diga que "não espero nada nem ninguém"

Esperamos o natal, a prenda na montra que sempre esteve lá e no dia que a decidimos comprar alguém já a levou!

Esperamos o Carnaval, de ser o que não se pode ser outro dia qualquer (ou não)

Esperamos o Verão para de seguida esperar o Outono.

Esperamos saúde, ser felizes, ser amados/as, amar, esperamos ter inteligência, esperamos
entender os outros (não é fácil, muitas das vezes).

Esperamos um mail, uma sms, um olá, um bom dia, um bom sonho, um bom acordar.

Esperamos um afecto, uma voz, esperamos ter saudades para que o abraço do reencontro seja mais reconfortante que o da ultima vez.

Esperamos que a casa fique paga, que o seguro não suba este ano, que a revisão do carro não seja cara porque não dá jeito agora.

Esperamos que acreditem na desculpa esfarrapada que inventamos por chegar atrasados.

Espero saber o que de mim queres...

Espero uma vida esperando que a morte tarde.

abril 10, 2010

Gosto...tanto assim!





""tanto que gosto assim, quando vens ter comigo, daqui a meia hora, não muito mais, saída desse sono do qual te puxei com a leveza que mereces. tanto gosto assim, melhor que ir buscar-te ou tu a mim, porque aqui fico pousado a olhar os peixes, os barcos e "as raparigas em flor". Nesta espera a fazer-se, o melhor do dia chegará contigo.""

março 23, 2010

A vida é dura p'ra quem é mole!




É tãaaaaaaaaaaaaaaaoooooooooo simples!!!

Mania da complicar o que acaba por ser uma coisa sem jeito!!!



 Pronto... e por vezes é tão complicado ser simples!!!

não é???

Jack.

março 20, 2010

Quero-te.

Desejo-te...
Não tarda estarei a pousar em ti!
beijos e respiração ofegante.
Desfalecendo em calor e suor.

Para voltar a nascer com a força do teu corpo!
E recomeçar...

março 17, 2010

Sei...













Sei,
Sei, que te devo agradecer!
Fazes-me pensar e não, não estou a ser original visto que já te disse isto hoje!
Sei que é bom ter-te, que posso contar contigo mesmo quando não digo nada de jeito

Sei pouco, mas quero saber tudo! e sei que isso nunca o vou conseguir!
mas há sempre uma estrada a ser percorrida! entre o pouco e o tudo
há que arrepiar caminho, aprendendo! ganhando experiência, viver, partilhar, errando.
sim, que a errar também se aprende
e vendo que felizmente, o tudo fica cada vez sempre mais longe!

Quero dizer-te que quanto mais aprendo mais duvidas tenho e desfazendo essas duvidas mais surgem
é como se eu desse uma informação a cinco amigos e esses cinco amigos a voltassem a dar a cinco amigos de cada um deles
e assim sucessivamente!!
Aprender é fantástico! é algo que se vai descobrindo
coisas pequenas que quando se pensa!!!
-Ah... afinal faz todo o sentido!
ou fico ainda mais confuso e passa a ser um objectivo desfazer essa confusão!
peças de puzzle que se encaixam, que vão construindo uma imagem que por mais simples que seja
se o puzzle não estiver completo não se sabe se é uma tulipa, ou uma galáxia!

Obrigado.

Obrigado por me deixares gostar de ti.
Obrigado por gostares de mim.

Obrigado por conseguires ter esse dom de leres os meus pensamentos
Obrigado por seres tu.
Obrigado por me ensinares!
Obrigado por aprenderes!
Obrigado por me fazeres sentir orgulhoso, pelas pequenas coisas que me dizes
que me fazem sentir tão grande!
Obrigado, pelos teus abraços, pelos teus beijos, pela tua atenção, pela tua companhia!
pelas tuas conversas, por ouvires as minhas historias.

E acima de tudo!...

Obrigado por me fazeres sentir tão bem!

A ti minha Moura encantada!

março 15, 2010

Ele há coisas...



Imagina, que dás por ti a dizer:
-Ele há coisas fantásticas!

Pode ser pelas mais diversas razões... enumera-las será
uma perca de tempo visto que estaria a fazer constatações do óbvio.

Mas ontem eu disse:
-Ele há coisas fantásticas!

O meu artista de cinema, ficou em terceiro lugar num concurso de matemática! a nível de concelho!
Motivo mais que suficiente para me estar aqui a babar todo!
Um reguila com a resposta sempre na ponta da língua!
Que por vezes se fica sem saber o que dizer!
Uma vez quando lhe dizia para se portar bem e não fazer muitas asneiras, dizendo-lhe que ele iria comigo no meu coração
ele prontamente respondeu
-E tu ficas no meu, assim não fica a Suíça sem mim nem Portugal sem ti!

Eu limitei-me a sorrir!...

Ou quando me disse que quando for cientista que irá inventar uma maquina para dar os laços nos sapatos!
-Mas até lá, respondi eu, tens que aprender a dar os laços sem a maquina!

O que me apraz, me deixa feliz e descansado é saber
que o mundo ficará em boas mãos quando este planeta já não precisar de mim.

Ao meu filhote Alex.

Jack

março 11, 2010

março 01, 2010

Eu Grid(o)

E

Boinc

 "Use o tempo inactivo do seu computador (Windows, Mac ou Linux) para curar doenças, estudar o aquecimento global, descobrir pulsares e muito mais tipos de pesquisa científica. É seguro e fácil:

Escolha projectos

2º- Fazer Download e use o software BOINC

3º- Insira um endereço de e-mail e password.

O que é o BOINC?

BOINC é uma plataforma de software para computação distribuída usando recursos computacionais de voluntários.

Quer isto dizer que o BOINC é um software capaz de aproveitar os recursos livres do computador em que se instala para executar determinados projectos para os quais esteja configurado. Assim, quando estivermos a navegar pela Internet ou a ouvir uma música no computador, o BOINC aproveita a memória RAM, espaço em disco e tempo de processador que esteja livre (e normalmente é bastante) para, por exemplo, procurar por vida extraterrestre inteligente.

A partir do momento em que o utilizador precise dos recursos do seu computador a 100% para um jogo, edição de vídeo, etc, o BOINC retira-se automaticamente. Sendo assim, o BOINC não afecta em nada a utilização do computador em que se encontra acabando o seu utilizador por nem se aperceber da sua presença.

Como funciona?

O seu PC recebe um conjunto de instruções a partir do servidor do projecto. Estas instruções dependem do seu PC: por exemplo, o servidor não lhe dará trabalho que requer mais RAM do que a que você tem. As instruções podem incluir muitas partes múltiplas de trabalho. Os projectos podem suportar diversas aplicações e o servidor pode emitir trabalho de qualquer uma delas.

O seu PC faz o download de ficheiros a partir do servidor do projecto. Se existirem versões novas das aplicações, o servidor envia automaticamente os ficheiros executáveis."

O seu PC inicia os programas de aplicação e analisa as informações, produzindo ficheiros de saída, que serão mandados para o servidor, automaticamente, assim que estiverem prontos. Mais tarde, o seu PC relata os resultados ao servidor, e recebe instruções para mais trabalho. Este ciclo é repetido indefinidamente e o BOINC faz tudo automaticamente; você não tem que fazer qualquer coisa."



Wikipédia

Eu tenho... estou a apoiar 2 projectos



Einstein@home

POEM@HOME

E tu??

O Jack

fevereiro 28, 2010

Caçador de Paradoxos.



(…) O facto de o universo ser susceptível de conhecimento
não depende apenas
do numero de leis da natureza e que respeitam fenómenos diferentes,
mas sobretudo da capacidade intelectual de compreendermos essas
mesmas leis.

As nossas formulações que se relacionam com as regularidades
da natureza estão certamente dependentes do modo como o
cérebro está construído e, a um outro nível como o universo
está construído.

Cá para mim, gosto de um universo que inclua muito do que se
desconhece e, ao mesmo tempo muito do que se pode vir a conhecer.
Um universo em que tudo se sabe seria estático e aborrecido,
tão aborrecido como o paraíso de alguns teólogos sem imaginação.

Um universo que não é susceptível de ser compreendido não é
um lugar adequado para um ser pensante.
Para nós, o universo ideal é muito parecido com aquele em que
habitamos e tenho a impressão que isto não é uma coincidência.”


Carl Sagan
in O Cérebro De Broca

fevereiro 24, 2010

Dias perfeitos!!!



Afinal... há dias perfeitos!



Eu que pensava que existiam só para os outros!
Ah... como errado estava!
Logo que sempre disse que essas coisas não eram para mim...



Um dia que não se esquece, um dia que se quer repetir...
mais...mais...e mais, sem o medo de cair em rotina.
horas fantásticas...
mesmo...



É aquele momento que faz uma vida valer a pena!
Pode ter sido injusta, má, cruel até...mas só o facto de ter
dias perfeitos.. faz toda uma existência valer a pena!

Afinal... os dias perfeitos existem!....



Obrigado

Jack

fevereiro 10, 2010

Anuncio!



professor medium e grande... 1,70 cm
(e)vidente, com visão (para o negócio)

Pai de santo... de pau de cerejeira.

Faço rezas, corto cobrões, faço arranjos para agarrar a pessoa amada,
ou que vos deixou sem mais nem menos..(ou não)
Curo males de inveja e mau olhado, faço também
defumadouros e queimadouros
Leio sinas, boto as cartas, ouço os búzios,
Vodoo (as bonecas trazem vocês as agulhas tenho eu)
Tenho bola...de cristal! para ver o que há-de vir!
Falo com o Além... e mando sms.
grande possibilidade de lhe sair a sorte grande... se não sair a culpa
é toda tua!

Não perca!!!!!....

Primeiros cinco minutos grátis!!!!

Para qualquer esclarecimento estarei aqui para vos alumiar.

(comprei velas)


Prontes...

fevereiro 07, 2010

Avatar...



"Avatar foi revolucionário. ele fez todos os multiplexes atualizar para óculos de visão 3-D e facilitou a abertura de muitos cinemas IMAX Mas, apesar de em toda a propaganda comercial, há alguns fatos relacionados com a Avatar que foi inédito.



Será que todos sabem, Avatar utilizados gráficos concebidos por uma instalação de quatro efeitos time Academy Award winning visual baseada na Nova Zelândia. Ele tem feito gráficos para X-Men, o fez para I Robot e agora, também tem feito isso por Avatar.



O  surpreendeu é que existem algumas informações relacionadas ao Avatar que muita gente não sabe. A empresa responsável pelos efeitos visuais utiliza softwares de código aberto para atingir gráficos de ponta. Os sistemas utilizados para processar esses gráficos formaram clusters de servidores usando RHEL Red Hat Enterpise Linux ), como seu sistema operacional. O sistema operacional é baseado em arquitetura de 64 bits e o cluster da Weta Digital é um dos maiores pólos do mundo Linux. É classificado como o 193º entre os 500 maiores supercomputadores do mundo, com capacidade de processamento de 10 Gigaflops. É óptimo saber que a maior parte do software usado para processar esses gráficos eram todos softwares baseados em Linux como Softimage, CompTime, Cine-Paint e que predominaram as escolhas baseadas em qualidade, performance e estabilidade.






Entre este filme, tem o Sherk, UP..and so and so..

Afinal o Open Source tem coisas fantásticas não tem???

O Jack

fevereiro 06, 2010

Se me acabó la fuerza...




"Se me acabó la fuerza
De mi mano izquierda
Voy a dejarte el mundo para ti solita
Como al caballo blanco
Le solté la rienda
A ti también te suelto
Y te me vas ahorita
Y cuando al fin comprendas
Que el amor bonito
Lo tenías conmigo
Vas a extrañar mis besos
En los propios brazos
Del que esté contigo
Vas a sentir que lloras
Sin poder siquiera
Derramar tu llanto
Y has de querer mirarte
En mis ojos tristes
Que quisiste tanto
Que quisiste tanto
Que quisiste tanto"


O Jack


fevereiro 05, 2010

Provébios!!!




  • Provérbios de Africa!!!

    AMAUEOAMNAUE!!! ANEUABEAU....

    Tradução:

    Não se deve chamar nomes ao crocodilo ante se atravessar o rio!!

    ABEAUOUE...ANEUNMUAOE... ABEAULEEE !

    Tradução:

    Um gajo que come um côco inteiro é porque faz confiança no seu ânus!

    EABEUUU AEHUEBEUA...ABEAUOOO !

    Tradução:

    O elefante não pode correr e coçar a micose ao mesmo tempo!

    AHEEUABOUUU..AUEUBAAAAEEE ANUUUBAEUU...

    Tradução:

    Rir do cú do seu vizinho não é um crime!!! mas obrigar toda a família a faze-lo é inadmissível!!



    O Jack!

fevereiro 01, 2010

10 razões para não usar Linux!

1)Não se pode mudar para o Linux porque ... realmente gosta de pagar para ter um sistema operativo que é cheio de bugs e problemas que quando o compra fica sempre esperando de um Service Pack contendo as correções. Que satisfação!

2) Não se pode mudar para o Linux porque ... mudança é sempre assustadora. Quem não tem medo de mudar, algumas pessoas ficam tão habituadas com algo que quando questionadas sobre mudanças, logo, tremem ao pensar nisso, mesmo sendo p'ra melhor.

3) Não se pode mudar para o Linux porque ... a única coisa que faz com seu computador é jogar. Quer dizer as pessoas ainda usam computador para fazer outras coisas senão jogar?

4) Não se pode mudar para o Linux porque ... é bom dedicar um dia inteiro de sua semana apenas para fazer limpeza no sistema. Procurando por Virus Scan, Spyware, Desfragmentando disco rígido e muito mais. Que divertido!

5) Não se pode mudar para o Linux porque ... Você ama pagar para ter Anti-virus/spywares (com renovação anual) para a protecção de seu SO o que deveria ser fornecido pelo seu SO em primeiro lugar. Mesmo que o Windows Defender faça um trabalho fabuloso, isso é se ele ainda existir.

6) Não se pode mudar para o Linux porque ... a maioria das pessoas usam o Windows. Se a maioria das pessoas usam o Windows, deve ser bom!

7) Não se pode mudar para o Linux porque ... você percebe que nada dura para sempre. Eventualmente, o Windows lhe traz principalmente quando está fazendo algo de grande importância, uma tela azul (Blue Screen of Death ou BSOD) que lhe agrada muito.

8) Não se pode mudar para o Linux porque ... se ama o Internet Explorer e você só pode usar a versão mais recente do Internet Explorer no Windows. Imagine navegar sem o IE?

9)Não se pode mudar para o Linux porque ... você tem de ser um nerd para usar o Linux e todos nós sabemos que nerds não têm namorada.

10) Por último, mas não menos importante. Não se pode mudar para o Linux porque ... não quer ser um conformista e fazer o que todos dizem deve fazer. quer ser único, e é por isso que quer usar o Windows.

Está convencido a mudar?

janeiro 28, 2010

Reizinhos despóstas ...

Hoje quando saí do trabalho numa radio que teimosamente tende estar sintonizada no meu chasso, visto que prefiro a surpresa do radio à rotina do cd.
Bem!!!
O que me chamou a atenção foi que um dos locutores disse.

-Um rapaz de quinze anos agora não é o mesmo que um moço da mesma idade há uma quinzena de Invernos atrás.
Ao que o outro comentador lhe responde:
-"oggi sono dei bambini"

E sim...é verdade infelizmente,
são meninos em corpos de rapazes, alheios às responsabilidades.
Eu... (e de certeza que quem irá ler isto) com dez anos já tinha grandes responsabilidades.

Recordo que quando saía da escola nos meses de Maio e Junho em que os meus pais trabalhavam na terra a regar o milho,
a cuidar das colheita.

Eu ia guardar a cabras, uma vintena delas e o meu pai ainda me dizia trás um pau para lenha ou então um molho de mato.

Tinha brinquedos..sim que tinha, mas fazia-os eu.
O meu maior tesouro era uma navalha que tinha trocado por uma fisga.
Fazer os deveres que actualmente se chamam TPC era à noite, ou caminho da escola.
Porque se os deveres não eram feitos a professora faziam uso da régua.

Tínhamos responsabilidades, crescíamos à força, andávamos todos os dias oito quilómetros para ir à escola.
Com geada, com sol... chuva mas divertia-mo-nos taaaaaanto.

Hoje para fazer quinhentos metros é um "ai jesus"
Têm tudo, os pais desfazem-se em prendas para os reizinhos.
Que nem que para isso tenham que recorrer ao cartão de crédito.
E depois??
São educados a esperar prémios. Se o filho tem más notas, estimulam-nos com a promessa de um presente.
Se chumba o ano a culpa é dos professores, se é mal educado
a culpa é das companhias, se está distraído é hiperactivo.

Caramba... a ver certas noticias ou certas atitudes destas
gerações.. pergunto-me:
- Como é que ainda estou vivo?? como é que ainda não estou
num sanatório??

O modelo familiar actual e a sociedade está a criar uma geração
de prepotentes, arrogantes, desrespeitadores e acima de tudo
sem valores.

Já num reclamo mais...

janeiro 26, 2010

Será que sim??

-Foste tu!!!!
- Eu?? porque dizes isso?
-Porque sei!!!
-Mas eu nada fiz, estás a acusar sem que eu saiba o que se passa!
-Foste tu sim!!! disseram-me!
-Ah disseram-te!!! muito bem! é mais fácil acreditar em quem não
se conhece de lado nenhum, não é?
-Mas tu nada dizes em tua defesa!!
-Nada tenho a dizer, estou a ser acusado de algo que desconheço
e que nem sei sequer porque me acusas!
-Mas defende-te argumenta, grita, discute, diz palavrões, acusa também!

-Não... eu não tenho que me defender, tu conheces-me,
és tu que me estás a acusar sobre uma coisa que te disseram,
nada tenho a defender ou ofender...disseram-te algo que tu tomaste como verdade,
és livre de pensar o que querias de acusar quem te der na real gana
mas não digas para me defender de uma coisa que não me atinge.
-És um mole!!! um cobarde!!! de nada serves!!!
-Isso...
-Pois és, podem dizer o que lhes bem apetecer que tu nada fazes!
-Culpa-os agora... não sacudas a agua do capote agora, tu acusas...
depois sou eu que nada valho!!!
-...

-Vai...deixa-me em paz, vai viver as tuas amarguras e frustrações para longe,
não fui eu, sou eu que te estou a dizer.
Pena...sim...é pena que basta alguém dizer que fulano fez assim, para que se acredite,
acusa-se gratuitamente, não interessa se se conhece ou não...que se lixe...
é preciso é acusar, ter motivo para
se discutir...como se prazer ali houvesse.

-Foste tu!!
-Sim fui eu se isso te deixa contente, se te alivia...
se assim deixas de querer discutir, se assim me deixas descansado.
Sim..eu que nada fiz...me rendo para que seja eu...que num passado alternativo,
tenha feito isso que me acusas...
Mas agora deixa-me.Deixa-me com a lua...
Deixa-me que me acusem de lunático...que ali sim não vou
desmentir...nem sequer dizer nada contra.

O Jack

janeiro 22, 2010

O Efeito do Tempo e a Mutabilidade das Coisas



"Prudente é quem não é enganado pela estabilidade aparente das coisas e, ainda, antevê a direcção que a mudança tomará. Por outro lado, o que via de regra faz os homens tomarem o estado provisório das coisas ou a direcção do seu curso como permamente é o facto de terem os efeitos diante dos olhos, sem todavia entender as suas causas. Mas são estas que trazem o germe das mudanças futuras, enquanto os efeitos, únicos existentes para os olhos, nada contêm de parecido. Os homens apegam-se aos efeitos e pressupõem que as causas desconhecidas, que foram capazes de produzi-los, também estão na condição de mantê-los. Nesse caso, quando erram, têm a vantagem de fazê-lo sempre em uníssono. Sendo assim, a calamidade que, em decorrência desse erro, acaba por atingi-los, é sempre universal, enquanto a cabeça pensante, caso erre, ainda permanece sozinha. Diga-se de passagem que temos aqui uma confirmação do meu princípio de que o erro nasce sempre de uma conclusão da consequência para o fundamento."


Arthur Schopenhauer, in 'Aforismos para a Sabedoria de Vida'

Agora sou eu que falo.. já que o Arthur até é bastante eloquente e sensato eu vou acrescentar o meu toque.

Porquê tanta resistência à mudança?
Porque tanta reclamação?
Será que viver no marasmo é bom?? se consegue alguma diferença??
É queres permanecer sempre estático que é o melhor?
imaginem que não houvesse no mundo quem o quisesse mudar?
Que, Newton, Arquimedes, Sócrates, Galileu, Einstein, Vasco da Gama, Egas Moniz.... eu
Caramba eles não avisaram que iam descobrir algo que iria mudar o mundo, ou a forma de pensar do mesmo.
Porque raio tanta reclamação, porque em vez de perderem as suas preciosas energias em barafustar e a deitar fora impropérios..
Porque não se adaptam, escrevem a quem de direito, dando sugestões, ideias... assim seria uma boa forma de se progredir.

Mas não... É melhor olhar para o seu umbigo, deixas-se arrastar pelos que reclamam, viver no seu" mundinho" em que nada se mexe, viver a rotina constante...diária, viver e contribuir para um mundo melhor, tentar...digo tentar... adaptar-se aos outros, às mudanças, aos imprevistos... não...que isso dá trabalho.
Sempre disse que aqui é o espelho do que se faz lá fora...
e não me engano, por isso somos uns coitadinhos que vivem chorando a sua má sorte, o seu triste destino.

Por isso é Um PAÍS estagnado... "Orgulhosamente só"
Como dizia António de Oliveira Salazar
 



O Jack

janeiro 21, 2010

Um Deus para trair...




Está tudo dito!!

janeiro 17, 2010

IE



" O governo da Alemanha emitiu um aviso de segurança em relação ao navegador Internet Explorer (IE), aconselhando os internautas a usarem outro programa alternativo.
Segundo a BBC, este aviso surge depois da Microsoft ter admitido que os recentes ataques aos sistemas da Google se deveram a falhas no IE, embora a empresa tenha referido que a alteração do modo de segurança do browser para «alta» eliminaria o problema.

Mesmo com estas advertências da empresa, o governo alemão considera que existe risco.

Em declarações à BBC, Graham Cluley, da empresa de anti-virus Sophos, disse que em causa estão as versões do IE 6, 7 e 8. 
"


Já agora... aconselho o Firefox




Se querem ter um mínimo de segurança!!!
Desfaçam-se do navegador da Microsofre...

Prontes 

janeiro 07, 2010

Não me apetece!!




Hoje vamos falar de sexoooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!



Ontem alguém me disse num jantar:
Jack... quero escrever um blog mas não sei sobre que escrever...
E eu como tenho sempre a minha cabeça cheia de ideias e outra vezes cheia de coisa nenhuma
dei-lhe um tema...
A vontade dos homens em fazer sexo...
Ora a minha opinião é esta.
O gajos quando vão para a cama,
(não minha opinião não é sempre na cama mas é em sentido figurativo)
e vão com ideia para a brincadeira lá vem a desculpa...

-Ah doi-me a cabeça !
- Hoje não me apetece !
- Estou cansada !
- Estou com o periodo !

entre tantas outras... (as mulheres são muito imaginativas )
E nós lá nos viramos para o outro lado e começamos a ressonar... 
sobre protesto arreliados mas somos uns gajos com uma compreensão acima da media.
... (somos gajos)

Agora a questão é????
-E quando um gajo diz que não???
que não quer fazer amor???
A primeira coisa que as meninas pensam, ou dizem ou GRITAM...
-Tens outraaaaa !!
ou fazem um monte de filmes, ficam arreliadas, danadas mesmo...
Mas foram a gajas que fizeram com que os gajos de dessem a esse luxo.
A meninas são umas caçadoras, os meninos os caçados, que escolhem se querem ser ou não caçados
que escolhem a caçadora...
Querem igualdade, sim  então respeitem quando um gajo diz que num quer fazer amor... não fiquem danadas...e ciumentas.

(uma vez por entre outras senão é mau sinal.... )

O Jack