fevereiro 28, 2009

Eu...

Uma vez disseram-me
Tu...
Tu não és para estar preso...
És um pássaro...que se seguro fica com medo
Tu não és de dar satisfações,
Dificilmente serás de alguém...
Sim... eu sou assim...
Bicho do mato, não me segurem
que eu fujo... não me prendam que eu fico com medo
Não me peçam justificações pelo que faço...
se faço bem ou mal... sou eu que faço
e respondo por isso...
Não me segurem quando quero sair
não me agarrem quando quero ser eu
deixem-me livre...quando eu me cansar eu poiso
volto à terra...onde é o meu elemento
Mas por favor...
deixem-me voar...

4 comentários:

  1. Escravo do corpo, livre de espírito.mas livre..
    Não o prazer, não a glória, não o poder: a liberdade, unicamente a liberdade...só assim seremos nós.
    PetiteGuim

    ResponderEliminar
  2. Um passaro que quer ser livre, mas sempre que desejar ter a sua gaiola pronta para o receber, ter uma dona para o acarinhar........
    Um passaro que quer voar e ser admirado e elogiado por isso, um passaro que quer tudo e nao quer nada. Enfim......um pequeno passaro com o sonho de vir a ser um grande passaro livre na sua gaiola....
    Bons voos

    ResponderEliminar
  3. Há vôos grandes e vôos pequenos. Há asas que encolhem e asas que estão sempre prontas a apanhar a luz para planar. É preciso voar...é preciso aterrar para repousar, recuperar energias e voltar ao céu, às irmãs nuvens, troçando do vento em tropelias, observando, absorvendo...aprendendo.

    Não choques contra nenhum abutre no azul por onde segues.

    ResponderEliminar
  4. Livre como um passaro....
    Não quer gaiola apenas espaço...espaço para ir mais alem....A liberdade é boa mas ás vezes é preciso parar, olhar em volta,ficar um pouco preso à terra, saborear o que existe e ir mais alem...

    ResponderEliminar