fevereiro 28, 2009

Eu...

Uma vez disseram-me
Tu...
Tu não és para estar preso...
És um pássaro...que se seguro fica com medo
Tu não és de dar satisfações,
Dificilmente serás de alguém...
Sim... eu sou assim...
Bicho do mato, não me segurem
que eu fujo... não me prendam que eu fico com medo
Não me peçam justificações pelo que faço...
se faço bem ou mal... sou eu que faço
e respondo por isso...
Não me segurem quando quero sair
não me agarrem quando quero ser eu
deixem-me livre...quando eu me cansar eu poiso
volto à terra...onde é o meu elemento
Mas por favor...
deixem-me voar...

fevereiro 25, 2009

Quaresma...

Acabou a folia...
Agora entramos na quaresma
Época de reflexão (para quem se pode dar ao luxo de o fazer)
e época de jejum, dizer também que é uma época de muitos dilemas...

-1º Dizem que tem um Deus escondido nas nuvens que nos segue e nos vigiam cada minuto da nossa vida
Que tem 10 mandamentos e e mais uma regras que se não as seguires vais para o Inferno (é um termo usado por diferentes religiões, mitologias e filosofias, representando a morada dos mortos, ou lugar de grande sofrimento e de condenação )
Onde com bem exemplifica se sofre horrores e tormentos onde somos queimados vivos...
Mas...
Deus ama-nos...

-2º Ah... eu esqueci-me que era Sexta-feira e comi uma sandes de fiambre...
Aqui... vais para o inferno.. não tens hipótese...

-3º Hoje é sexta e não tenho peixe no frigorífico...não como vou passar fome...
Aqui ficas com fome e estás a cometer uma falta... o 5 mandamento
(O suicídio é gravemente contrário à justiça, à esperança e à caridade. E proibido pelo quinto
mandamento. O escândalo constitui uma falta grave quando por acção ou por omissão leva deliberadamente o outro a pecar. )
"Deus tem em seu poder a alma de todo ser vivo e o espírito de todo homem carnal" ( Jó 12,10).
Logo.. Vais para o Inferno...

Mas sempre podes dar a volta....
Pagas a Bula
Porque o Homem que vive nas nuvens que te ama e te manda para o Inferno
precisa de dinheiro...
E vendes umas Indulgências

Assim tipo saldos...o paraíso em liquidação...

Maravilha... assim o gajo que sacode carpetes ao domingo fica contente...
e todos os outros que vêm atrás...

Vivam
Com alegria não com o medo de ir para o inferno...
vivam a vossa vida e gozem-na...
Digo eu... mas eu num bato bem da bola...

O Jack

fevereiro 24, 2009

Linux...Works...


Toshiba Satellite 200....(o meu pc)
Sem stress...


-Computer-
Processor : 2x Intel(R) Core(TM)2 Duo CPU T5450 @ 1.66GHz
Memory : 2075MB (587MB used)
Operating System : Debian GNU/Linux 5.0
User Name : jack (João Pereira)
Date/Time : Qua 25 Fev 2009 02:52:37 CET
-Display-
Resolution : 1280x800 pixels
X11 Vendor : The X.Org Foundation
-Multimedia-
Audio Adapter : HDA-Intel - HDA Intel
Audio Adapter : HDA-Intel - HDA ATI HDMI
-Input Devices-
AT Translated Set 2 keyboard
Microsoft Microsoft Notebook Optical Mouse with Tilt Wheel
Power Button (FF)
Lid Switch
Power Button (CM)
PC Speaker
Chicony USB 2.0 Camera
Video Bus
Video Bus
SynPS/2 Synaptics TouchPad
-Printers (CUPS)-
psc_1100_series
-IDE Disks-
TOSHIBA DVDW/HD TS-L802A
-SCSI Disks-
ATA TOSHIBA MK2035GS

Eis como resolvi os problemas que tinha com o Sistema que me impingiram....

fevereiro 23, 2009

Exemplo...



  • Foi no site da Associação Ensino Livre que encontrei a exemplar experiência da Escola Dr. Mário Sacramento. O estudo está disponível no site da Associação. Parabéns a esta escola!

    Gostaria de registar aqui as opiniões de um grupo de alunos do 10º ano, que podem ser lidas no estudo conduzido pelo Professor Sérgio Ramos, porque elas demonstram um pouco aquilo em que acredito, que um aluno pode ter orgulho em não piratear software e que os professores têm um papel fulcral nessa formação:

    “Nem todos têm o privilégio de trabalhar com
    o Linux e o OpenOffice. Estas ferramentas são
    importantes para o nosso futuro,
    principalmente porque somos capazes de
    trabalhar com vários sistemas operativos. Eu
    gostei de trabalhar com este software e esta foi
    uma nova experiência.”

    “Ao contrário do Linux, o sistema Windows é
    obtido por compra ou por pirataria. Se não
    querem passar três anos na prisão, escolham o
    Linux, ou então gastem do vosso salário
    mensal para pagar uma coisa que se podia
    obter de graça.”

    “O OpenOffice é um pacote prático e simples,
    comparável ao Office da Microsoft, com a
    vantagem de ser livre. O Calc, por exemplo, é
    quase a mesma coisa do que o Excel. É uma
    boa aplicação.”

    “Para além de serem muito bons, estes
    programas e o Linux são gratuitos.”

    “Colegas, aprendam a usar software livre, vai
    ser importante no vosso futuro!”

    “Este sistema e todos os programas que
    temos vindo a usar são livres, por isso
    combatemos a pirataria e conhecemos
    programas que a evitam.”

    “A sociedade devia poupar dinheiro e
    aderir ao software livre, como o
    OpenOffice e o Linux.”

    “Ao princípio, este software era um grande
    ponto de interrogação, mas depois do
    trabalho que fizemos, agora considero­
    útil, necessário e importante para as
    nossas aplicações diárias. Resumindo, esta
    foi uma surpresa agradável e
    enriquecedora.”

    Quero com isto dizer... que em vez que de o nosso governo andar a assim acordos milionários com a "microsofre" e dizer que é o choque tecnológico... que tente poupar e siga os exemplos de outros países
    Brasil, França, Suíça... entre tantos...

  • O Jack

fevereiro 15, 2009

Copy-Paste....

Ontem quando estava a tomar banho pensei (eu penso quando tomo banho em vez de cantar)
-Porque não escreves um blog?...

.........................

Ora aqui vai.
Vou falar do “saber”
O meu saber é pouco mas o que me incomoda mais é ver pessoas que se apoiam no saber de outrem...
O facto de se quererem mostrar aos outros que sabem e que são inteligentes acabam por deixar para trás a sua personalidade, os seus princípios, a sua forma peculiar de ver e viver a sua vida. Já que cada um é único e especial.
Porque tem tanta gente que baseia a sua opinião em pensadores, filósofos, escritores, doutores, engenheiros?
Será que a minha opinião não vale tanto como a deles?
Será que eu tenho que pensar como eles só porque é um senhor doutor não sei quê?
Que é conceituado e fala e escreve bonito? (Não sei se repararam mas eu acabei de escrever “bonito”)
Hum... não me parece...
O meu voto vale tanto quanto o do senhor engenheiro fulano tal.

Porque quando isso acontece no meu ver, chega-se a um ponto que é só assimilar informação para a ir colar noutro sítio qualquer... deixa-se de ter vontade própria, deixa-se de pensar, deixa-se que os outros digam o que deves fazer, deixa-se de ter dignidade, deixa-se de ser do contra.
O facto de outras pessoas pensarem de forma diferente da minha não que dizer que me sinta inferior
não tenho que me sentir inferior se alguém disse “só sei que nada sei” o tudo e o nada.
Não tenho que me sentir inferior só porque alguém escreve melhor que eu. Sei e tenho a certeza que há alguém que pode escrever melhor que eu... mas nunca vai escrever como eu.
Resumindo e concluindo, com tudo isto quero dizer que anda por aí muita boa gente com uma sede enorme de cultura geral, uma vontade descontrolada de querer saber mais e mais...para poder se sentir a altura de certas pessoas! (Vejamos, o querer aprender e trabalhar nesse sentido nunca foi mau, até pelo contrário, que fique bem claro! O erro que detectei é que essas ditas pessoas (que para mim sofrem de trauma “inferioridade” ), já não sabem escrever por palavras delas, em todo lado citam alguém!!! ). Tudo bem, reconheço que têm conhecimentos ou seja lá o que for, mas para mim não tem grande valor, reparem um blog quando é autorizado a comentar, isto quer dizer que quem estiver interessado está convidado a deixar a sua OPINIÃO, perceberam? Caso contrário, seria colocado no fundo do blog;
“Por favor comentar só com citações ou poemas de autores bem conceituados.”
Como diria alguém que tão bem conheço, “não subestimem a minha inteligência.”
Não tarda nada, já não se deseja “bom dia”, copia-se a cola-se...........(bem...já há quem o faça e ainda se sujeita a uns anos de azar!!! )

Perdidos.....

Adorei...

Adorei o passeio em que me levaste de carro nas montanhas !!!!!

Em que nos perdemos na floresta!!!!

Que não encontrávamos o caminho !!!

Que andamos horas perdidos naqueles caminhos que serpenteavam o bosque

Em que fomos dar sem querer aquela margem do rio

Uma margem em que se viam coelhos e veados a pastar que quando nos sentiram chegar fugiram...

Amei cada quilometro percorrido contigo...

Adorei o o tempo que estivemos a descansar e eu te olhei...
e te disse....

-POQUE É QUE NÃO TROUXEMOS O GPSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!!!!!!


O Jack

fevereiro 13, 2009

Telemovel...

Há uns tempos atrás fiquei sem telemóvel.
não sei que aconteceu ao pequeno aparelho mas não dava, nem sms, mms, chamadas, ou lá o que se faz com aquele pequeno aparelho.
ao início fiquei preocupado senão mesmo arreliado:
-Que altura para o "lélé" avariar? e agora?
Bom passados os nervos iniciais lá me conformei e deixe o telefone em casa sempre que saia
tinha aquela estranha sensação que me tinha esquecido de algo.
e sabem uma coisa?!!! habituei-me depressa.
Antes tínhamos o telefone tradicional que estava nos cafés lá com o seu respectivo contador de impulsos os chamados "períodos" tínhamos em casa o telefone enorme que não dava jeito para andar com ele ás costas e havia as cabines telefónicas colocadas quase sempre em locais estratégicos !!!... Sempre que era necessário telefonar lá andávamos nós como umas baratas tontas...se se estava em casa menos mal (quem tinha) senão tinha que ir ao tasco mais próximo
sabia-se sempre um ou dois números de telefone de cabeça (muitos agora nem o deles sabem)
Agora temos estas maravilhas tecnológicas que sempre que tocam pára-se tudo para atender, ler a sms que chegou.
estás a comer, a falar como alguém, a dormir, num passeio (que decides estar sozinho), a dançar... bem um monte de coisas que nem vale a pena estar a enumerar, vocês têm imaginação suficiente
E o pior está para vir:
-Porque não atendeste o telemóvel?
-onde estavas?
-para que queres isso? deita-o para o lixo!!!
- já não se responde ás sms? não sabes escrever?
-que raio de amigo és tu?..
E nós lá temos que estar a justificar a nossa horrível falta, o nosso desprezo, a nossa falta de atenção, o facto de não ter deixado o telemóvel a carregar na noite passada!!!
bem!!! já me doem os dedos com tanto escrever...
Quero com isto dizer que estas "coisas" chegam por vezes a condicionar a nossa vida.
Ah!!!! outra coisa... não sou contra as novas tecnologias.. que fique bem claro.
Sou até um adepto... de coisas novas que no facilitem a vida...
Tudo no limite do razoável...
Digo eu...

O Jack

fevereiro 12, 2009

Virtualidades... (ou não)

Ontem li um texto que me deu que pensar o dia todo..
E em conversa esta tarde com uma amiga especial também o assunto veio à baila.
Será que nos refugiamos no mundo virtual?...
para fugir á realidade??... não penso.
Isto aqui é o reflexo do que somos lá fora.
Existe mentira, desilusão, revolta, frustração, intrigas, conspirações... tudo elevado ao seu expoente máximo.
Há mascaras, duplas ou triplas personalidades, detectives, vitimas, vilões, estúpidos, mal educados...
Há amores, namorados, solitários, amigos, amantes, sentimentos bons e maus..
Um mundo virtual?... ou um mundo real com um nome diferente?
A forma como se vive e sente actualmente levamos a generalizar e quando alguém nos
entra pela vida a dentro vem logo à ideia "quando a esmola é muita o pobre desconfia"
Mas será com segundas intenções?? não haverá umas terceiras ou mesmo quartas??
Não será vontade de ajudar? de falar? alguém que se sente só?
A segundas intenções que no geral são chamadas as quecas magicas...
como diz o Pedro Abrunhosa... "Amar e partir"...
Mas a terceiras intenções? que falei?...
As pessoas procuram algo, aqui... e não me venham com hipocrisias que "AHhhhh e tal... eu não )

Todos procuramos...
Seja: ideias novas, novas formas de pensar, amor, amigos, alguém a quem arreliar, uma companhia,
um flirt, um amante, umas risadas...e quem sabe algo mais...
mas eu sou suspeito em falar disso..
Pena que muita gente que na sua pequenez se limite a ver conspirações a controlar o que fulano fez,
o que Sicrano comentou e porque o fez, será que se conhecem??... será que são amantes virtuais?
se contente com intrigas, com maltratar gente...

Mas como diz o meu Pai...
"As pessoas só te fazem aquilo que tu deixares"...
Vivam...Porra...e deixem viver.

Sem medo

"O bom senso é a coisa do mundo mais bem distribuída: todos pensamos tê-lo em tal medida que até os mais difíceis de contentar nas outras coisas não costumam desejar mais bom senso do que aquele que têm."
(René Descartes)

O Jack